Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

Primeiras impressões

Gentilmente, Dona Estela esperou que eu chegasse após o jantar para saber se precisava de alguma coisa. Já tinha tido a delicadeza de me convidar para a acompanhar à mesa mas não quis dar trabalho. Digamos que ainda não estou à-vontade para uma ligação mais familiar ou para esse género de intimidade. Jantei num pequeno restaurante a dois quarteirões do prédio.

Mesmo assim, julgo que foi melhor ter arranjado este quarto, em vez de me estar a sujeitar ao desconforto de uma pensão às Portas de Santo Antão ou noutro sítio mais obscuro. O bairro é calmo à noite, apesar de extremamente movimentado durante o dia. O quarto é pequeno mas aconchegante e para já tem tudo o que preciso.

Da janela ouço agora o som da televisão dos vizinhos que devem estar a assistir a um desses concursos de enorme sucesso. Não tenho sentido qualquer falta do aparelho. Limito-me aos jornais, aos livros e, claro, à internet. E esse é para já o único luxo de que não prescindi.

publicado por António às 22:01
link do post

Correio:

antonionacidade@sapo.pt

arquivos

Setembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

posts recentes

Início do II acto

O acordo

Manhã

Amores estivais

O Cristo-Rei

A hora do almoço

Quanto tempo o tempo tem?

A ida ao barbeiro II

A ida ao barbeiro I

Primeiras impressões

blogs SAPO

subscrever feeds